quarta-feira, 24 de agosto de 2016

sábado, 13 de agosto de 2016

Terceiros dias de férias

Continua tudo a girar à volta do meu gato...
Continua internado, sem urinar, foi descoberta uma pancreatite e para isso colocada uma sonda esofágica para o alimentar à seringa.

Enquanto o bichano nos vai tirando o sono, tive que vir à terra ceifar o trigo. 






segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Segundos dias de férias

Este menino decidiu ter uma obstrução urinária e os últimos dias ficaram condicionados pelo estado de saúde dele.
Deu para pouco mas sempre condicionado com horários de visitas no hospital e coração triste e preocupado.



domingo, 31 de julho de 2016

Hibernar por um mês...

Amanhã dia 1 de Agosto, este blog entra de férias, e o fotolog - que exige menos que o tico e teco funcionem - entra em acção.

Boas férias, e para os que ficam cá, temos pena. :-p

E sim, eu já estou neste modo de hibernação.





sexta-feira, 29 de julho de 2016

Perdidos no próprio país.

Excelente artigo de amiga minha no Jornal de Negócios de hoje, com tocantes depoimentos dos meus amigos turcos. 
E sim, eles querem vir para cá. 
E eu cá estarei de braços abertos.



quinta-feira, 28 de julho de 2016

Liberdade

Cruzei-me com ele enquanto pedalava à beira rio.
Trocámos olhares, fizemos meia volta e parámos.
Os montes de relva artificiais do Parque das Nações eram ideais para encostar as bicicletas e sentarmos-nos a descansar.
Conversámos um pouco.
O tempo urgia.
Beijámos-nos rapidamente e muito intensamente.
Estava muito calor, mas as nuvens que pairavam à nossa volta decidem interromper os beijos.

Pegámos nas bicicletas e com a água a escorrer na cara e lábios quentes rolámos pela beira rio.

E liberdade, naquele tempo, era isto.
Simplesmente andar de bicicleta na chuva.








quarta-feira, 27 de julho de 2016

Big Question Point

Será normal, numa oferta de emprego para um comercial da Horeca, ter que "dominar a dança disco turca anos 70"?


quinta-feira, 21 de julho de 2016

Afectivo Efectivo

De aniversário em aniversário os meus amigos de infância, tal como eu, estão a chegar aos 40 - só em Julho são 3 festas.

Com estas amizades mais antigas a relação é muito diferente comparada com as mais recentes - por culpa unicamente minha.
Sinto sempre que não sou quente atencioso dado carinhoso com estes de longa data que cresceram comigo.
Porquê?
O Anfitrião era outro. É a verdade.
A grande mudança ocorreu há pouco mais de quinze anos, quando comecei a libertar a Lady Vanessa que há em mim.
Aí tornei-me menos retraído frio fechado castrado. Mas apenas com as novas amizades.
Com os antigos nunca consegui mudar o registo.
E sei que estes amigos de infância têm algum ciúme de amizades mais recentes e olham sempre tristes para este Anfitrião que beija repenicadamente X ou que abraça calorosamente Y.

Como com estes antigos aprendi a dar um amor efectivo em vez de afectivo. 
E prova disto tinha uma mensagem do aniversariante de hoje, logo pela manhã.
Como acha que eu roço o cu pelas paredes, incumbe-me de: "escolher os convidados, convidá-los, escolher e reservar restaurante".

E ele...
...está quase aí a aparecer.
Vou chorar.
Escondido claro.




Já Melhorou com Alexandre Quintanilha


quarta-feira, 20 de julho de 2016

Cevicheando


Sogro e sogra

Estava a ler o 1632 horas e pensei nos meus sogros.
Os antigos eram super queridos mas pouco os via.
Uns viviam no Brasil e os primeiros viviam no Porto.
Por isso longe da vista longe do coração.
Estes a coisa já é um pouco diferente.
Para além de viverem na Grande Lisboa, nos primeiros anos estiveram muito presentes, muito por meu esforço em querer acompanhar o meu namorado, e querer, perante os sogros - melhor perante o sogro - normalizar a sexualidade do filho na cabeça do senhor.
Ele é uma personagem sui generis.
Já o expliquei aqui neste momento de raiva.
Mas curioso, não consigo odiá-lo. Nem com os episódios infantis em que me tentou apagar.
Pode ter tentado apagar-me - e acredito sem malvadez mas por puro preconceito - mas de todos os genros e noras, sou aquele que ele mais admira, que lhe dá mais atenção, que lhe envia mailzinhos da treta com notícias que lhe podem interessar, que lhe pergunta pela saúde, que elogia o vinho que produz e o distribui por meio mundo, que lhe faz os favorzinhos, que se senta à mesa e fala com ele sobre viagens.

E tauuuuuu!!
E vai uma bofetada de luva branca!

Ela, um super querida.
Adoro quando nos encontramos e ela, pequenita, estica os braços para cima coloca as mãos nas minhas faces e dá beijos repenicadinhos.
Adoro quando caminhamos em grupo e ela vem sempre ao pé de mim a confessar-se.
Adoro quando me liga para conversarmos sobre a família ou saber deste ou daquele.
É a primeira a quem envio fotos de festas, viagens, locais que visito. Ela gosta de conhecer e eu gosto de lhe dar a conhecer.
É bom ter uma segunda mãe.
Porque amor verdadeiro nunca é demais.






terça-feira, 19 de julho de 2016

Abandonar tudo

Um amigo meu, vendeu tudo.
Carro, casa, móveis. Tudo o que havia para vender ele despachou.
Foi descobrir mundo.
Volta daqui a uns meses.
Qual de vocês faria isto?




Rui Maria Pêgo

No Fala com Ela da Inês Meneses.
Lucidez, humildade, sinceridade, maturidade.

Ouvir aqui 


domingo, 17 de julho de 2016

Sunday Question #18

Num Amor maior, acontece uma traição.
Que se faz?
Branqueia-se a relação com lixívia?!

Relato Turco

It's just a movie which was written and directed by Erdogan.
He is making his own Tianmen and tomorrow hel'll be a democracy hero. The bad thing is that tonight will be a "kristallnacht" for his system...our Hitler is coming and you'll see it, and we seculars will be just like Jews in 1930's Germany...now, fundamentalists are crying outside in the speakers of mosques "Allahuakbar!"....so, pretty soon we need a new home...they won't let us live in this country. Maybe we need to runaways to our beloved Portugal.







sexta-feira, 15 de julho de 2016

Em branco

Com este calor o cérebro pára-me e olho para este blog como um boi olha para um palácio...




quinta-feira, 14 de julho de 2016

sábado, 9 de julho de 2016

sexta-feira, 8 de julho de 2016

terça-feira, 5 de julho de 2016

Progresso

Aqui o parvónio suburbano, foi ao Meco no Domingo.
Tirando as horas no trânsito e relembrar-me porque não vou à Praia do Meco - o Mar!!, o parvónio ficou estupefacto com esta aldeia tão progessista.
Gays, Heteros, Lésbicas, animais estranhos e raros, tudo convivia.
Era ver casais gays de mão dada a saírem do supermercado a caminho de casa para prepararem a sua saladinha de grelos, era ver lésbicas aos beijinhos no restaurante enquanto saboreavam umas punhetas de bacalhau, era ver a dona da tasca mais bas fond a conviver com o sexagenário trans do Martim Moniz.
Gostei.
Muito.







domingo, 3 de julho de 2016

Global Peace Index 2016



1 - Islândia
2 -Dinamarca
3 - Aústria
4 - Nova Zelândia
5 - Portugal
6 - República Checa
7 - Suiça
8 - Canada
9 -Japão 
10 - Eslovénia
25 - Espanha
39 - Itália
46 - França
47 - UK
103 - EUA
105 - Brasil

sábado, 2 de julho de 2016