segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Ora vistes!!

Ontem, o novo namorado de uma amiga, foi apresentado ao grupo de amigos dela.
Nada de extraordinário a relatar no convívio, excepto ele ter dito que me achava
Um Senhor.

Gostei. Muito.

Um Senhor!

Vou repetir:

Um Senhor!!!



domingo, 25 de setembro de 2016

Fourth Man Out


Não vai deixar grandes memórias, mas é um bom filminho de Domingo à tarde no meio do Alentejo. Nada de grandes dramas - já chega de filmes gay dramáticos sobre o coming out e SIDA - e com alguma piadola. A ideia transversal no filme é a vida normal de um gay no meio de machos, e centra-se muito na relação com o seu melhor amigo. Disponível no Netflix.


@ Alentejo



sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Eban Seidiz

Conheci-o na minha primeira viagem a Istambul.
Como as diferenças raciais e étnicas do Médio Oriente não são a minha especialidade sempre assumi, por defeito, que ele seria turco.
Fomos mantendo contacto porque ele têm preços óptimos, até que na última vez, no meio de um regatear, decidi perguntar de que zona da Turquia era aquele miúdo vivaço.
Disse que era afegão. De uma província, isolada onde os talibans dominam.

Tinha 15 anos de vida.
Com 15 anos, decidiu sair da terra onde vivia, deixar pais e irmãos para trás, sem saber o que lhes aconteceria num futuro próximo com a sua "deserção" à pátria e à causa.
Pôs-se a caminho da Turquia.
Caminhou durante três meses.
O objectivo era muito claro: juntar-se ao primo que vivia na grande metrópole turca.
Dormia debaixo de camiões, dentro de barracos, encostado à sombra de uma das poucas árvores que encontrava. Maior parte das vezes descansava de dia. a noite era mais fresca e segura para caminhar.
Chegou a Istambul.
Tudo lhe parecia limpo, organizado, sofisticado, moderno.
Viu carros que nunca tinha visto.
Viu arranha-céus iguais aos filmes.
Viu lojas que ainda hoje não pode entrar.
E viu mulheres. Muitas.
Mulheres loiras que só via nos filmes.
Ah, as mulheres loiras!

"Portugal tem mulheres loiras?"


Mesas corridas

Em mesas corridas, termos a sorte ou azar de nos sentarmos ao lado de conhecidos.
Resultado:
Nunca se olha para o lado onde eles estão.
Se resistir.
Finge-se sempre que não se ouve as conversas.
Mentira!
Estamos sempre a puxar conversa para não haver momentos mortos.
Sobre assuntos de merda.
Nunca falamos sobre o que realmente queríamos.
Não vá o conhecido ser cusco...
...como eu!


Cuidados vizinhos!

Chego ao escritório e tenho a surpresa que Ele, homem do som e da imagem, preparou para mim: um Dolby Surround Stereo Extra Loud Digital Pro Logic System Sound...
Ele quer mesmo que eu trabalhe com alegria.... então vamos lá:




segunda-feira, 19 de setembro de 2016

@ Berlin: Mesa de Babel

O Anfitrião falava em Inglês com a alemã Eeke. Esta quando falava com a bretã Marie falavam em Francês. A Marie quando falava com o catalão Hector falavam, claro está, em Castelhano. O Hector, que fez Erasmus em Berlim, sempre que se dirigia ao Berlinense Pieter arranhava bem o Alemão. O Pieter ex-namorado de uma Napolitana sempre que falava com o Luca praticava o Italiano. O Luca falava em Português com o galego Xavi. E o Xavi falava em Português com Ele.
E todos descansavam, num café de Tiergaten, de mais uma aula de Português.



sábado, 17 de setembro de 2016

@ Berlin: Hugo

Encontrei um barzinho, perto de um café alemão cheio de doçaria portuguesa, a minha bebida preferida alemã a... 3€!!
Virou rotina diária. Bi-diária. Ok...confesso...Em cada bi-diária vão 3 ou 4 de uma vez.
A bebida chama-se Hugo, é fresquinha e muito girlish, como maior parte das bebidas que eu bebo.
A receita é simples: 3 cl. Charope de Flor de Sabugueiro (há no IKEA), 7 cl. Prosecco e 2 cl. água gaseificada. Em casa vai tudo a olhómetro claro.


Resultado de imagem para Hugo drink

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Ainda o Pedro e Lorenzo

Vieram-me parar às mãos os vídeos porno do Pedro e Lorenzo.

Foi sem querer, mas caíram aqui no colinho. ;)
(E não vou tecer comentários sobre performance Cirque du Soleil do piqueno Pedro e do seu rabo sempre escachado...ops já comentei..)
Sinceramente, continuo sem perceber estas figuras públicas, ou neste caso semi-figuras públicas.
Meus queridos famosos, ou semi famosos, aprendam:
Há sempre alguém que vos está a espiar.
Há sempre alguém que vos vai gravar.
Há sempre alguém que vos vai querer lixar.
Há sempre alguém que apenas se quer divertir.
E às vezes há alguém, do casal, que se chateia e vai de enviar um videozinho para o cyber espaço. 
E do cyber espaço não sai mais.
Nunca mais.


Resultado de imagem para pedro lorenzo gif

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Vedado a púdicos

Só para avisar que os coliseus de Lisboa e Porto vão receber Uma Nespera no Cú.
Quem quer enfiar uma Nêspera no Cú comigo?


terça-feira, 13 de setembro de 2016

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Back

Não tenho, nem nunca tive, o drama do regresso ao trabalho.
Talvez porque faço sempre férias longas e muitas paragens ao longo do ano, talvez porque gosto muito daquilo que faço, talvez porque não tenha um trabalho stressante ou colegas odiáveis, talvez porque pense numa verdade de La Palisse: "Se volto é porque fui".
É porque vivi algo diferente, bom ou mau, mas de certeza diferente da rotina e entusiasmante para os sentido.


domingo, 11 de setembro de 2016

Brinde

Chegados a Lisboa, tivemos logo logo como brinde os sobrinhos connosco cá me casa.
Amanhã já vou puder dizer: PRECISO DE FÉRIAS!!

sábado, 10 de setembro de 2016

Crush #15

Burak Özçivit


Aquela peitaça e aquele bigode....hummmm....morri... e ressuscitei em forma Turkish Delight na mesinha de cabeceira de Burak.







quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Décimos Dias de Férias e Últimos

Em directo de Istanbul, do Room Mate Hotel, hotel gay friendly, só para vos dizer que o nome do recepcionista é Tugay.
Bom demais!


sábado, 27 de agosto de 2016

Sétimos Dias de Férias

Chios, Grécia

A praia mais bonita da Grécia pelo segundo ano consecutivo ...as we were told... :-/


Mesta, cidade tatuada

Pyrgi