segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Back

Não tenho, nem nunca tive, o drama do regresso ao trabalho.
Talvez porque faço sempre férias longas e muitas paragens ao longo do ano, talvez porque gosto muito daquilo que faço, talvez porque não tenha um trabalho stressante ou colegas odiáveis, talvez porque pense numa verdade de La Palisse: "Se volto é porque fui".
É porque vivi algo diferente, bom ou mau, mas de certeza diferente da rotina e entusiasmante para os sentido.


1 comentário:

Telhados de Vidro

O meu gajo começou hoje a dieta da seiva. Durante 5 dias só vai beber aquela porra. Claro que eu já lhe tive a cascar nas orelhas porque e...