domingo, 25 de junho de 2017

Um cadinho de ciúmes

Na Sexta fui ter com uma amiga aos Santos.
Acabei a noite com um amigo meu gay, que por acaso é o meu médico de família.
Sempre fui informando o meu namorado dos meus passos.
Não para deitar areia para os olhos dele, mas porque gosto muito de partilhar os meus passos para quem me é importante.
Chego a casa às 04h e ele ainda está acordado na cama a ver TV.
Tudo normal. Conto a minha noite ele conta a dele que foi a trabalhar.
Mas senti da parte dele um cadinho de ciúme-põe-te-alerta-que-o-anfitrião-anda-muito-saídeiro.



E claro que gostei de sentir isso num tipo que se diz pouco ciumento e controlador.
Talvez tenha que sair mais umas vezes sem ele.





2 comentários:

  1. Um pouquinho disto é sempre fundamental e faz muito bem ...

    Beijão aos dois ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem verdade...
      mas comigo não funcionaria lá muito bem... sei lá...talvez...
      rsrsrsrsrsrs

      Eliminar

rien de rien

Quando a vida se resume a trabalho, o berloque resume-se a nada...