sábado, 8 de julho de 2017

Porto Individual


Acabei por vir sem ele. Teve que trabalhar hoje.
E sem problemas. Aliás antes de sermos casais somos indivíduos.
E é uma pena o que às vezes vejo à minha volta acontecer. 
O indivíduo desaparece e só existe o casalinho.
No Depois do Depois....choram.

3 comentários:

  1. Perfeito meu caro! Assim deve ser ou deveria ser! Dois é a soma de um mais um ... cada um está implícito ... Sempre ou quase sempre fomos assim ... no começo não foi tá fácil mas o processo da vida nos ensinou que isto sim era o correto e o que faria bem. Esta semana vou a SP e vou só ... claro que seria melhor com ele mas ele não pode ou não quer ... então ...

    Maturidade é o nome!

    Beijão

    ResponderEliminar
  2. Apesar do tom ligeiro, é uma lição que deve ser levada muito a sério: ser dois, sem nunca deixar de ser um inteiro, sozinho. Mais facilmente dito do que feito, eu que o diga... =)

    ResponderEliminar
  3. Muito bacana seu post e uma lição valiosa, além disso... em algumas ocasiões, mais do que o prazer de uma viagem dois, vale o reeencontro no retorno! ;)

    Grande abraço.

    ResponderEliminar

rien de rien

Quando a vida se resume a trabalho, o berloque resume-se a nada...