sexta-feira, 4 de maio de 2018

Amélia

De rastos.
Com lágrima a escorrer.
Estou no Veterinário à espera que eutanasiem (nem sei como se escreve esta merda......) a gata da minha mãe.
Esta noite mal dormi.

A minha mãe ficou em casa a chorar baba e ranho; sente-se culpada e diz que gata não lhe vai perdoar.
Eu com os nervos berrei, disse que a gata não perdoa a minha mãe deixá-la estar assim a sofrer, a procrastinar a decisão, ao ponto de a gata cheirar mal, porque os tumores mamários já rebentaram.

E não é que a gata no veterinário vai de arrebitar, agora que chegou aqui?

Puta até ao fim da vida.





2 comentários:

  1. Já passei várias vezes por esse momento e apesar de se pensar no que é melhor para o animal, fica-se sempre com um sentimento de culpa. É uma decisão muito difícil. Esse último arrebitar é comum, até nos seres humanos. Dizem que é um último fôlego.

    Um abraço forte

    ResponderEliminar

...

Sim ainda ando por aqui. Ontem fui ao 5º velório deste ano, mas....... d e resto tudo bem.