segunda-feira, 14 de setembro de 2015

O Monte das Sete Fufas

Este fim de semana fui visitar uma amiga minha.
Ela reformou-se e agora vive num Monte com a namorada.
Este Monte era o Monte das Sete Fufas.
Isto porque era, um projecto de 7 lésbicas da cidade. A intenção era terem um espaço, para passarem a velhice. Nenhuma tinha filhos, algumas estavam distantes da familia, e em vez de irem para lares sozinhas, ficavam ali a viver todas juntas e seriam tratadas por alguém. Um lar lésbico no campo. Adoro!
Mas a coisa não correu muito bem.
É bonita a ideia, romantica até, mas um Monte, uma quinta, uma herdade, requer trabalho. E muito.
Todos os dias precisa de ser mantido, tratado. Senão depressa vira selva e caos.
As meninas foram-se desentendendo ao longo dos anos e acabaram por ficar três. Mas neste momento só uma vive lá - a minha tenaz amiga!
E como aquilo está giro.
E como é bom passar por lá, ser bem recebido, jantar ao ar livre, conversar até às tantas, dormir muito, ir à praia, andar de bicicleta pela planície, apreciar a gigantesca horta delas como um boi olha para um palácio, perceber o carinho dos aldeões por aquelas mulheres. 
Mas é bom como visitante.
Ponto final parágrafo.


7 comentários:

  1. Sim ... eu tb vejo por este prisma. Bom para ir e voltar logo ... rs ... sou um cara totalmente urbano ...

    ResponderEliminar
  2. Sou bicho urbano também, ia mas com bilhete de volta marcado. :)

    ResponderEliminar
  3. É uma ideia gira. Por acaso nunca pensamos muito no futuro, ou seja, quando tivermos 80 e muitos (se lá chegarmos).

    ResponderEliminar
  4. A base da ideia é óptima, temos é que escolher muito bem as pessoas.
    Eu penso muito na solidão na velhice. E faz-me muita confusão como irá ser...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, isso também me assusta. Andei uns dias sem dormir a pensar nisso. Enfim.

      Eliminar

Éden

Fiquei sem fôlego ao ver esta curta tão delicada. Não só pela beleza do filme, mas porque há muitos muitos anos atrás, numa madrugada d...