quarta-feira, 8 de julho de 2015

Style

A Taylor sempre me passou um pouco ao lado, quase transparente. Mas há mercado para tudo e deixa andar a moça. Também não era das mais tontas e tinha que aguentar muito ódio só porque não era radical-móderna porque não mostrava mamas e cu.

Quanto às músicas nunca me disseram nada nem percebia o sucesso. Mas desta gosto. Já deve ter a mão do Calvin Harris.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Jakarta