quinta-feira, 29 de outubro de 2015

#4

Foi no jardim da minha vila que o vi pela primeira vez à luz do sol. Foi ao final de nove meses. Os últimos nove meses tinham sido uma perfeita montanha russa de emoções. Ora no pico da felicidade, ora no pico do abandono. Por 1001 razões a coisa não fluia.
Era o ex-namorado, com quem ele acabou após eu o beijar numa noite gélida no Guincho, era o tumor, era a dedicação ao novo e segundo curso académico, era tudo.
E não era nada.
Queria que eu o salvasse. E eu não sabia como. Nem tinha como.
Nem sei se eu queria salvá-lo.



Aimee Mann "Save Me"


2 comentários:

Jakarta